Muricy celebra São Paulo criativo e elogia comportamento de Luis Fabiano | Jovem Pan

Técnico disse que gostou da equipe Muricy responde críticas de Ganso

O São Paulo recebeu o CRB no Pacaembu, venceu por 3 a 0 e espantou qualquer possibilidade de zebra na Copa do Brasil. Após a partida, o técnico Muricy Ramalho celebrou as oportunidades criadas pelo time e minimizou a falta de pontaria de seus homens de frente. Sobre Ganso, o treinador voltou a pedir costância ao meia, além de elogiar o comportamento mais sereno de Luis Fabiano dentro das quatro linhas. 

Reserva contra o Coritiba no Campeonato Brasileiro, Ganso deu declarações polêmicas reclamando da reserva. Desta vez, o meia foi titular e Muricy quis evitar atritos com o jogador. “Acho que da outra vez que nós jogamos sem o Ganso também jogamos bem o primeiro tempo. Ele entrou e deu passe para gol porque é sua qualidade, mas eu insisto que ele precisa entrar na área um pouco mais e hoje ele fez isso, é importante. Ele tem que ser um pouco mais constante, sabe disso”, disse o técnico, que admitiu a possibilidade de utilizar um esquema tático que não necessite de meio-campistas. 

Questionado se as chances desperdiçadas pelos seus atacantes o preocupam, Muricy foi positivo. “O que me preocupa é quando não há oportunidade de gol como foi contra o Cruzeiro [partida válida pela segunda rodada do Brasileirão], que foi um jogo chato. Quando tem a criação de jogada para gols, ficamos contentes. Hoje fizemos três e poderíamos ter feito mais”, analisou. 

O técnico reclamou muito da arbitragem do catarinense Ronan Marques da Rocha, que também foi criticado pelo atacante Luis Fabiano. “Isso é coisa do jogo [reclamação acentuada]. O Luis está até calmo demais, não está tomando mais cartões. Acontece que, às vezes, o juiz começa a lembrar do tempo das coisas que ele fazia as coisas que ele deveria fazer. Meu trabalho, principalmente, desde o ano passado foi pegar no pé dele em relação ao seu comportamento com a arbitragem e ele vem se saindo muito bem. Agora os árbitros precisam fazer a parte deles”, cobrou. 

Muricy lamentou a ausência de Pato no clássico diante do Corinthians no próximo domingo (11). O atacante, assim como o meia Jadson, não poderá atuar por motivos contratuais, já que ainda pertence ao rival alvinegre. “Eles já estão se entrosando [atacantes são-paulinos]. Mas, quem perde mais é o futebol. Já não temos mais tantos jogadores desse nível, então quem vai ver o jogo é quem vai perder já que eles não podem jogar”, finalizou.

O São Paulo recebe o Corinthians neste domingo, na Arena Barueri, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.